Chamem os concursados!

O semestre letivo teve início na UEA em 29/02 e para surpresa da comunidade acadêmica várias turmas estavam sem professor ou funcionando precariamente com professores voluntários.

O SIND-UEA, enquanto Seção Sindical do ANDES-SN, reitera a posição do Sindicato Nacional a favor da valorização da carreira docente e contrário a todas as formas de precarização das relações de trabalho.

Visando maiores esclarecimentos sobre o que ocorre na UEA, protocolamos solicitação de esclarecimentos sobre:

  1. Se algum curso da UEA está desprovido de professores para o funcionamento regular dos cursos de graduação. Em caso afirmativo, elencar: os cursos, as disciplinas, a quantidade de turmas afetadas; o motivo de cada situação;
  2. O quadro atual de professores voluntários atuando nos cursos de graduação da UEA, com informações detalhadas sobre: a Resolução do CONSUNIV que ampara a situação; os cursos e disciplinas afetados; nome do professor voluntário, formação e titulação; motivos que justificam a atuação de cada um na Universidade;
  3. Se procede a informação de que a UEA tem/terá em sala de aula professores da Educação Básica para ministrar aulas no Ensino Superior, via cessão de profissionais das Secretarias municipais e estadual de ensino. Em caso afirmativo, destacar: os cursos e disciplinas; nome do professor, formação e titulação; motivos que justificam a atuação de cada um na Universidade;
  4. A situação dos professores aprovados em Concurso Público e que aguardam nomeação.
Esclarecimento sobre voluntários
Solicitação de Esclarecimentos

 

O professor voluntário

A figura do Professor Voluntário é prevista nos meios educacionais como aquele que já tendo sua carreira consolidada, vem contribuir para o enriquecimento das aulas expositivas, e  pesquisas aplicadas no âmbito do ensino superior.

Na Universidade de São Paulo, por exemplo, (a melhor universidade brasileira no ranking internacional), o professor voluntário só pode ser Doutor, e já aposentado.

Em outras universidades brasileiras, a exigência é de que seja Mestre com larga experiência e nas áreas de saúde, com comprovação de residência, e larga experiência.

O fato é que não há um regulamento unificado mas, em nenhum dos casos é previsto o professor  “amigo da universidade”. O “amigo da universidade” é aquele que gentilmente em troca da experiência acumulada (que é interessante em situações de concurso público para carreira docente), cede seu tempo e conhecimento para resolver problemas que a Gestão Superior da Universidade não é capaz de resolver.

Nosso profundo respeito a você, colega de profissão, que topou esse desafio. Seremos eternamente gratos por seu desprendimento e seriedade. No entanto, não era assim que gostaríamos de comemorar os quinze anos da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

O SIND-UEA preza a excelência de nossa Universidade e defende a convocação e posse imediata dos professores aprovados já aprovados em concurso público para a carreira docente da UEA.

 

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *